Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Agende sua consulta

(16) 3621-8584

(16) 98805-8584

Rinomodelação: plástica no nariz sem cortes e bisturi

Imagem retirada de http://www.flaviacarboni.com.br/wp-content/uploads/2017/03/nose_internet-1024x543.jpg Imagem retirada de http://www.flaviacarboni.com.br/wp-content/uploads/2017/03/nose_internet-1024x543.jpg

Ninguém (ou quase isso) está totalmente satisfeito consigo. É uma barriguinha ali, uma orelha ali e um nariz acolá. Os tratamentos médicos estão avançando e a boa notícia para quem implica com o nariz é que para ele tem jeito.

Pequenas imperfeições nasais, como excesso de protuberância da cartilagem, depressão da ponta do nariz e assimetria do dorso nasal são as principais reclamações das pacientes as vezes ate chamados de “nariz de tucano”.  Uma técnica, feita em consultórios dentários, está mudando e levantando a alta estima de homens e mulheres. É a chamada, rinomodelação.

A rinomodelação é uma técnica de bioplastia que permite modificar o nariz sem necessidade de cirurgia. Ou seja: sem cortes, sem anestesia geral. De acordo com a dentista Mariana Laranja Roeder, com  essa técnica os pacientes, que muitas vezes ficam emocionalmente abalados com a aparência,  saem felizes, satisfeitos dos consultórios dentários.

Desta forma, é possível promover beleza, satisfação, bem estar e reintegração social para aqueles casos extremos em que o paciente encontra-se emocionalmente abalado com a própria aparência.

Fazendo uso apenas de anestesia local, sem cortes e sem dor, de forma rápida, o tratamento pode ser feito em uma única sessão, e se necessário, ser adicionado uma pequena quantidade após uma semana para complementação e aperfeiçoamento da modelação nasal.

A técnica é feita com o ácido hialurônico, especial para essa região, o efeito é temporário, tendo duração em media de 18 meses. É a substância mais indicada para preenchimentos faciais, se trata de uma molécula produzida pelo próprio corpo, e por ser um material natural, o risco de rejeição é praticamente zero.

Não há relatos de complicações decorrentes do preenchimento com este material e é extremamente seguro. O paciente já sai com resultado imediato e feliz.

Fio
Além do ácido hialurônico, o fio também é usado para harmonizar o rosto.  O fio é capaz de suspender ou mesmo reposicionar regiões particulares do corpo. No nariz, por exemplo, o fio elástico consegue diminuir aquele aspecto “nariz de batata”, o que o ácido hialurônico não é capaz de fazer.

Diferente do botox, o procedimento com o fio  promete manter as expressões do paciente bem naturais, sem deixar o aspecto de “rigidez” ao sorrir, levantar a sobrancelhas ou arrebitar o nariz. A cirurgiã dentista especialista em estética, Mariana Laranja, destaca que o procedimento é feito no próprio consultório e dura cerca de 30 minutos.  “A recuperação total pode chegar até sete dias”.

Mariana Laranja afirma ainda que o procedimento é indicado para quem tem flacidez leve e moderada, a técnica (também conhecida como lifting com fios búlgaros) suspende a musculatura e reposiciona a pele. O fio é feito com poliamida trançada, dando elasticidade e absorção pelo organismo.

fonte: ES Hoje

Compartilhe: